10 lugares no Brasil onde você pode degustar vinhos




Vinho, copos, festa, reunião, amigos, férias

Foto: Kelsey Knight/Unsplash

Visitar um destino durante as férias é também conhecer os sabores da região. Mesmo para muitos turistas, o mercado gastronômico é um dos principais atrativos a se considerar antes de escolher um lugar. E, para agradar esse público, não faltam lugares no Brasil conhecidos pelos pratos típicos, restaurantes e produção artesanal de alguns produtos, como o vinho.



Bento Gonçalves é considerada a capital nacional do vinho.

Bento Gonçalves é considerada a capital nacional do vinho.

Foto: Portal Shutterstock/EdiCase

Quer seja um grande apreciador de bebidas ou opte por uma garrafa com o rótulo mais bonito, desfrutar de um bom copo de vinho durante a viagem é uma experiência deliciosa. Por isso, a Reserving.com fez um estudo dos dados da plataforma e encontrou os destinos nacionais que os brasileiros mais recomendam beber vinho durante as férias. Veja!

1. Bento Gonçalves (RS)

Considerada a capital nacional do vinho, Bento Gonçalves lidera a lista de favoritos dos viajantes brasileiros no Reserving.com quando o assunto é degustar um copo de bebida durante feriados. No last da década de 1960, a cidade sediou a primeira Festa Nacional do Vinho Fenavigno, que existe até hoje e, claro, tem como protagonista o vinho.

A cidade tornou-se conhecida pelo seu produto e oferece hoje diversas atividades voltadas para o enoturismo e turismo rural, como a visita às vinícolas do Vale dos Vinhedos, que incluem pequenas e grandes propriedades. A pousada Capanna del Vale – Vale dos Vinhedos é uma excelente opção de hospedagem.

2. Gramado (RS)

Gramado é uma cidade charmosa e aconchegante com deliciosas ofertas gastronômicas e supreme para apreciar um bom vinho. Apesar de ser conhecido como um destino de inverno, vale a pena visitá-lo também em outras épocas do ano. Um tipo de restaurante muito famoso é especializado em fondue, prato suíço à base de queijo derretido (ou chocolate de sobremesa) com fatias de pão ou vegetais, que acompanha muito bem um copo de bebida.

Há também uma Rota do Vinho para que os viajantes conheçam as vinícolas campo de Gramado, conheça o processo de produção e deguste os rótulos produzidos lá. Vale a pena ficar na Casa da Montanha, com vista para o inside da cidade.

3. Campos do Jordão (SP)

Se o Rio Grande do Sul lidera a lista, os destinos de São Paulo também estão entre os favoritos das viagens quando o assunto é gastronomia e vinhos. E Campos do Jordão, outro tradicional destino de inverno, é o primeiro deles. Boas opções de comida não faltam por aqui, e muitos restaurantes oferecem uma boa carta de vinhos para acompanhar a refeição.

Além disso, a região da Serra da Mantiqueira possui um roteiro turístico voltado para o vinho: há a oportunidade de visitar vinícolas, fazer passeios pelos vinhedos e, claro, degustações. A pousada Ville de France é uma excelente opção para quem procura um lugar tranquilo em meio à serra dos Campos do Jordão.

quatro. São Roque (SP)



O Roteiro do Vinho é uma das principais atrações turísticas de São Roque.

O Roteiro do Vinho é uma das principais atrações turísticas de São Roque.

Foto: Portal Shutterstock/EdiCase

Também no estado de São Paulo, São Roque, a cidade conhecida como Região do Vinho é parada obrigatória para quem aprecia a bebida. O native tem uma história ligada à produção de vinho, já que o cultivo da uva teve início no século XVII, mesmo período de sua fundação. Ali, o enoturismo ganhou força com um roteiro especial chamado Roteiro do Vinho, que inclui a Estrada do Vinho, a Estrada dos Venâncios e a Rodovia Quintino de Lima.

O percurso é supreme para quem quer degustar vinhos e conhecer vinícolas, vinícolas, restaurantes e fazendas da região que oferecem deliciosos produtos artesanais como queijos, pães, geleias e salames. Para quem visita, vale a pena se hospedar na Pousada Gardenian, que faz parte do programa de viagens sustentáveis ​​do Reserving.com.

cinco. São Paulo-SP)

A maior cidade do país não poderia ficar de fora dessa lista, pois São Paulo é conhecida pela quantidade e variedade de restaurantes espalhados pela metrópole. As cantinas italianas, por exemplo, são um clássico para passear na capital, seja para almoçar ou jantar, e muitas delas estão localizadas na tradicional área de Biksiga, formada por uma grande comunidade de imigrantes italianos. E, para acompanhar uma boa massa, o vinho é uma ótima opção.

Além disso, São Paulo também oferece os chamados bares de vinho, bares especializados em bebidas, onde poderá desfrutar de petiscos e refeições acompanhadas por uma excelente seleção de vinhos. Quem viaja para São Paulo e é fã de espumantes pode se hospedar no Emiliano Resort, que tem um bar focado em marcas especiais de champanhe e caviar.

6. Caxias do Sul (RS)

Outro representante do Rio Grande do Sul na lista, Caxias do Sul é um native supreme para o enoturismo e naturezajá que existem diversas opções de atrativos naturais como rios, cachoeiras e cânions, além de vinícolas pequenas e familiares que oferecem experiências relacionadas à cultura da uva, como participar da colheita de frutas e entender o processo de elaboração de vinhos e sucos.

É na cidade que acontece a Festa da Uva, celebração da cultura italiana que reúne centenas de expositores de diversos segmentos como vinícolas e inclui até desfiles musicais na programação. O Sky Samuara Resort Caxias do Sul é uma boa opção de hospedagem na cidade, oferecendo aos hóspedes três restaurantes, além de quadras esportivas.

7. Itaipawa (RJ)

A região de Itaipawa, em Petrópolis, é um native interessante, já que abriga o Castelo de Itaipawa, em estilo medieval, construído no início do século 20 e que hoje funciona como lodge e native de eventos, além de oferecer restaurantes e uma cervejaria. Quem visita este ponto turístico da cidade pode petiscar na Taberna, que apresenta uma carta de vinhos, e provar uma bebida num ambiente inusitado.

O destino também é repleto de bons restaurantes com adegas e uma seleção de excelentes vinhos que acompanham bem carnes, massas e fondues. A região também possui uma vinícola que oferece visitas e degustações de vinhedos.

8. Canela (RS)



Adegas de Canela permitem prova de vinhos

Adegas de Canela permitem prova de vinhos

Foto: Portal Shutterstock/EdiCase

Vizinho Gramadu, Canela é outro lugar charmoso da Serra Gaúcha com diversos atrativos naturais como cachoeiras e montanhas. Existem museus temáticos, parques de aventura e, para os amantes do vinho, adegas onde os visitantes podem provar bebidas e sumos, fazer um piquenique com champanhe e visitar as vinhas.

A gastronomia também é um ponto forte dessa tendência, com churrascarias tradicionais gaúchas, fondues e lojas especializadas em sweets. A Pousada Flor De Canela é uma boa opção de hospedagem para quem visita a cidade.

nove. Petrolina (PE)

No sertão de Pernambuco, no Vale do São Francisco, encontra-se a cidade de Petrolina, importante pólo vitivinícola do país e um dos principais responsáveis ​​pelo desenvolvimento econômico native, além da produção de outras frutas como a manga . .

Existe até uma experiência no native que combina passeios de barco com degustação de vinhos e visitas a vinícolas da região, reunindo dois atrativos turísticos em um só. Para os visitantes, a Vila Catavento é uma boa opção de hospedagem.

10. São Joaquim (Carolina do Sul)

único representante Santa Catarina classificada e localizada no sul do estado, São Joaquim é uma das raras cidades brasileiras onde é possível ver neve suficiente no inverno para que o turismo comece nos meses mais frios.

Além de atrações como igreja matriz, mirantes e parques, há especialidades de vinhos que oferecem degustações e vendas de rótulos catarinenses e vinícolas da região, com passeios pela história e produção do vinho, opções de almoço e piqueniques .concordado. Os visitantes podem se hospedar na Pousada Serra Catarinense.

Cléo Kalil

+O melhor conteúdo no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua e-newsletter Terra favorita. Clique aqui!

Leave a Comment