10 praias do Brasil que poucos conhecem – 11/01/2023 – Turismo

Hora da praia. O país, que tem cerca de 8.000 km de litoral, não faltam faixas de areia banhadas por águas cristalinas, mas cada uma com suas características.

Há aquelas que são o ponto de partida para uma curta viagem até uma piscina pure, cheia de peixinhos, com água pela cintura, e aquelas mais escondidas, onde se pode nadar completamente sem fato de banho, sem ninguém por perto a ver. . Quem gosta de uma boa galera para curtir o mar e o sol com muita emoção também vai encontrar algo para si. A melhor praia é esta
onde nos sentimos bem.

Esta lista, que não inclui todos os estados costeiros, é uma pequena amostra do que o país tem de melhor e, sobretudo, um guia para os banhistas. Para aproveitar ainda mais o litoral, fique atento à tábua de marés.

barra grande

Cajueiro da Praia (PI)

Faz parte da Trilha das Emoções, rota turística que liga Fortaleza (CE) a São Luís (MA). Pelas ruas de areia, além das pousadas, há bares, cafés e restaurantes cujas portas só abrem após o pôr do sol, quando a equipe de kitesurf já está no chão. Na maré baixa, caminhe cerca de 3 km até o mar e relaxe nas piscinas naturais.


ponta grossa

Icapuí (CE)

A última cidade cearense do litoral leste, na divisa com o RN, tem muitas praias lindas com falésias coloridas, dunas, restingas, rios e manguezais. Ponta Grossa consegue conciliar tudo, com mar a perder de vista e, melhor ainda, quase sempre sem gente. As praias Redonda e Peroba também estão próximas. A melhor época para ir é de julho a dezembro.

Sibaum

Tibau do Sul (RN)

Native de desova de tartarugas, esta praia, digamos ainda selvagem, fica depois da badalada Pipa, rumo ao sul. Originária de um antigo quilombo, a vila de pescadores é bastante tranquila apesar de já contar com um resort de luxo. O Rio Catu pode ser atravessado a pé, mesmo na maré alta. Do outro lado existe uma barreira de recifes que protege a costa das ondas mais fortes.

curral branco

Pitimbu (PB)

O Farol ou a vizinha (e ainda mais bem preservada) Branca do Curral são as principais piscinas naturais do município. Eles se formam durante a maré baixa a uma distância de 1,5 km a 3 km da costa. Na altura da cintura, a água transparente permite ver o fundo com clareza. Graças ao snorkel, você pode ver peixes de diferentes espécies. Para quem gosta de praia como se tivesse nascido sem roupa, Tambaba fica a 25 minutos de carro.

São Bento

Maragogi (AL)

Na divisa com Japaratinga, outro município de belas águas, São Bento ainda é uma pacata vila de pescadores. Da praia saem pequenas embarcações para as piscinas naturais, a cerca de 3 km da costa. Localiza-se na chamada croa de São Bento, native de formações de corais e águas transparentes, ponto de mergulho ou apenas um mergulho tranquilo com vista para a costa. A visita só é possível na maré baixa, que neste native da Costa dos Corais chega a 0,6.

ponta a corumbau

Prado (BA)

Quando a maré começa a baixar, é hora de atravessar a faixa de areia a cerca de 500 metros do mar. O “corredor” de areia revela de um lado uma piscina de águas calmas, cristalinas e de cor esverdeada. Do outro, o mar agitado, “cortado” pela foz do rio Corumbau. Fica perto do Monte Pascoal. É um lugar de contemplação, respiração e relaxamento. Rumo ao sul, são cerca de 50 km do povoado de Cumuruxatiba. Ao norte, cerca de 10 km, fica Caraíva. O nome do lugar já denuncia: Corumbau significa “longe de tudo” na tradução tupi. Perfeito o ano todo.

Lopes Mendes

Ilha Grande (RJ)

Ali chegam ondas fortes, quebrando em uma faixa de 3 quilômetros de areia fina e dura. As suas águas cristalinas albergam tartarugas, robalos, moreias e outras espécies marinhas que atraem os visitantes que pretendem sair da superfície. A variação de tons do mar é outro destaque, cercada por um generoso pedaço de mata atlântica. Da Vila do Abraão, no centro da ilha, partem barcos e lanchas que levam de 30 a 50 minutos do píer até a praia do Pouso. Ao remaining desta trilha, você terá que enfrentar uma trilha leve de apenas 1 km até chegar à praia. CERTO.

Fazenda

Ubatuba (SP)

Fica a cerca de 30 minutos do centro de Ubatuba, sentido Paraty. Margeada por dois rios, a faixa de areia fica em uma área de proteção ambiental, o Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Picinguaba, nome de uma vila de pescadores que pode ser acessada a pé. Uma das muitas vantagens desta praia é que mesmo durante a época festiva movimentada permanece quase sempre vazia. Não há barracas ou vendedores ambulantes em sua orla. Coberta por uma faixa de areia branca que se estende por 3,5 km, com mar calmo, a fazenda é ultimate para quem busca uma conexão direta com a natureza. Nas proximidades também temos uma bela praia de Picinguaba e uma praia “picante” muito mais selvagem, Camburi de Ubatuba, a última praia antes da divisa com o estado do Rio.

sachê

Floripa (SC)

Lagoinha do Leste, sem dúvida, costuma figurar nas listas das praias mais bonitas do país. Aliás, vale a pena conhecê-la, à custa de percorrer os trilhos ou algo mais leve, navegando de barco. Para quem opta por uma caminhada leve, prática para crianças e idosos, com uma vista incrível do litoral, o Saquinho próximo é a medida certa. Para chegar lá, pegue a estrada asfaltada até Pântano do Sul, vire à direita em direção à Praia dos Açores e siga em direção à Praia da Solidão. Neste ponto, rodeado por montes ainda intactos, um pequeno rio desagua no mar.

curado

Torres (RS)

O verão no Rio Grande do Sul costuma ser muito ensolarado, com chuvas ocasionais. Único lugar à beira-mar no Rio Grande do Sul, adornado por morros vulcânicos que se erguem ao longo da costa, a praia, localizada no parque de mesmo nome, está situada em uma área aprazível desenhada por enseadas e falésias. Banhada por águas próprias para o surfe e esportes náuticos, Guarita mantém uma temperatura agradável de dezembro a abril, também no tibum.

Leave a Comment