25 lugares para visitar em SP para beber, comer, curtir e se divertir

Apontar lugares imperdíveis em São Paulo é uma missão inglória. Claro que existem centenas de lugares memoráveis ​​por aí, e alguns deles sabemos de cor, sem forçar muito a memória. O problema é que morar em uma cidade como SP é difícil.

A avaliação do que “tem que ver” vai depender muito de cada ponto de vista, experiência, história e blá blá blá. Por isso, na lista abaixo, dividimos os “imperdíveis” em duas categorias: “encontra” e “Fundamentos”.

Sharpei Ella posando no Beco do Batman, na Vila Madalena. Uma foto: Chris Berger/Gia aceita animais de estimação

Nos Achados, usamos uma espécie de “licença poética” para apontar lugares que estão fora dos roteiros turísticos, mas que, pelo menos do nosso ponto de vista, contêm a alma de São Paulo – e por isso são imperdíveis . O “Fundamentals” identifica aqueles lugares que já fazem parte da história da cidade, que são inevitáveis ​​e que vão além dos “gostar” ou “não gostar”.

Abaixo estão duas listas de lugares imperdíveis em São Paulo.

Cannoli do Calimano

R. Authentic, 173 – Vila Madalena

O melhor cannoli da cidade. Pratos excelentes e o sanduíche de porchetta valem cada mordida. Um daqueles lugares onde não seria exagero usar a expressão “should go”.

cozinha Ferrari

Rua Tobias Barreto, 1467 – Farinha

O lugar é como uma garagem. Tremendous fácil. Mas é aqui que nasce um dos melhores pratos desta cidade. Não é à toa que é um dos restaurantes preferidos dos cooks da three way partnership. clima acquainted. Pra quem quer entender Muk, lindo!

Continuação após comercial

casa japonesa

Meio. Paulista, 52 – Bela Vista

A casa japonesa é o ponto de distribuição de todos os elementos da autêntica cultura japonesa. Arte, gastronomia, música e muito mais.

Na Avenida Paulista, no número 52, fica a Casa do Japonês.
Na Avenida Paulista, no número 52, fica a Casa do Japonês. Uma foto: Helvio Romero/Estadao

Centro Cultural Coreano no Brasil

Meio. Paulista, 460 – Bela Vista

Ao lado da Casa do Japão. O espaço traz elementos da cultura coreana (incluindo a cultura pop) na forma de exposições, palestras, apresentações, and many others. and many others. Instagram: @kccbrazil

Continuação após comercial

Ciclovia ao longo do rio Pineiros

Da Avenida Miguel Younes, na Zona Sul, segue para a região do Parque Villa Lobos, na Zona Oeste.

Sim, parece improvável. Mas a ciclovia do Rio Pinheiros é um native muito importante na cidade. Pegue uma bicicleta e ande nela.

Ciclovia no rio Pineiros no sítio junto à ponte Cidade-Jardim.
Ciclovia no rio Pineiros no sítio junto à ponte Cidade-Jardim. Uma foto: Taba Benedicto/Estadan

Espresso Lab e Pato Rey

Rua Fradique Coutinho, 1340 – Vila Madalena

Rua Ferreira de Arújo, 353 – Pinheiros

Continuação após comercial

Tomar café é um passeio, sim. Felizmente, São Paulo está repleta de ótimas cafeterias. Então, listamos dois.

Visível

Alameda Santos, 1437 no Jardim Paulista (no Resort Tivoli Mojarej)

Quer ver São Paulo de cima? Aqui você pode tomar um drink e curtir toda a Avenida Paulista lá de cima. Lá é mais bonito à noite.

espaço zebra

Continuação após comercial

R. Maior. Diogo, 237 Loja – Bela Vista

Galeria de arte, atelier e bar. Atlier é do artista Renato Larini. O bar é o bar clandestino de Nelly Pereira. Tesouro escondido na cidade. Nem sempre abre. Consulte dias e horários (necessário agendamento prévio para utilização do bar) no Instagram @espacozebra.

Boca d’Or Bolovo

R. Cônego Eugênio Leite, 1121 – Pinheiros

Bolovo certamente não é o lugar. Mas você está aqui porque o bolovo do chef Alessandro Salerno é a cara de São Paulo. O correto seria trocar o Borba Gato por uma estatueta dessa iguaria. Vá até Boca de Ouro e aproveite.

Bar do Luis Nozois e Bar do Luis Fernandez

Continuação após comercial

Meio. do Cursino, 1210 – Bosque da Saúde

Rua Augusto Tolle, 610 – Mandaki

A alma da cidade guarda-se nos seus pubs. Aqui estão dois dos mais históricos da cidade. Chegue cedo – e fique até o last.

megafauna

Meio. Ipiranga, 200 – Loja 53 – Centro

Livraria no térreo do edifício Copan. Confie no testemunho de quem trabalha lá. Ah, claro, aproveite para admirar o Copan.

Continuação após comercial

Jazz B

rua gen. Sadovaya, 43 – República

Quer ouvir um present de jazz em um lugar bacana? Ah, a resposta é Jazz B.

trilha enzimática

Rua Cônego Vicente Miguel Marino, 390 – Barra Funda

Este deve ser o endereço mais recente nesta lista. Para quem ama cerveja artesanal, esse celeiro é uma ótima pedida.

masp

Meio. Paulista, 1578 – Bela Vista

Palavra obrigatória. O Masp é a cara de São Paulo. Grande acervo e exposições esporádicas.

Cavaletes Masp de Lina Bo Bardi.
Cavaletes Masp de Lina Bo Bardi. Uma foto: Thiago Queiroz/Estadão

Museu do Ipiranga

Rua dos Patriotas, 20 – Vila Monumento

Finalmente o Museu do Ipiranga foi reaberto e com ele toda a importância histórica deste lugar.

Beko para Batman

R. Medeiros de Albuquerque, 82-154 – Jardim das Bandeiras

Isso mesmo, pista. O native cheio de grafites é um dos mais visitados pelos turistas. Nos finais de semana, o beco vira festa.

Auditório Oscar Niemeyer no Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo.
Auditório Oscar Niemeyer no Parque do Ibirapuera, zona sul de São Paulo. Uma foto: Taba Benedicto/Estadan

Parque do Ibirapuera

Meio. Pedro Álvarez Cabral – Vila Mariana

Um grande parque da cidade – com tudo o que há nele. Vale um dia inteiro para explorar.

museu do futebol

Praça Charles Miller, s/n – Pakaembu

No estádio Pakaembu, cartão postal da cidade. Um espaço apaixonante para quem gosta de futebol.

Teatro Municipal no centro de São Paulo.
Teatro Municipal no centro de São Paulo. Uma foto: Amanda Perobelli/Estadão

Teatro Municipal (e Bar dos Arcos)

Praça Ramos de Azevedo, s/n – República

É impossível não passar por São Paulo ou morar em São Paulo sem visitar o Theatro Municipal pelo menos uma vez. E conheça também o Bar dos Arcos, que fica no subsolo do museu.

Bar Brahma

Meio. São João, 677 – Centro Histórico

“Alguma coisa acontece no meu coração só quando cruzo o Ipiranga com a Avenida São João…” Sim, o Bar Brahma está localizado na esquina mais famosa de SP.

A Sala São Paulo, destinada a shows, está localizada na Estação Júlio Prestes.
A Sala São Paulo, destinada a exhibits, está localizada na Estação Júlio Prestes. Uma foto: Nilton Fukuda/Estadão

numero de sao paulo

Praça Júlio Prestes, 16 – Campos Elíseos

Vale a pena acompanhar a programação da Sala São Paulo. Importante e relevante.

galeria de Arte

Praça da Luz, 2 – Luz

O prédio é lindo, e a seleção de obras e exposições é excelente. Uma importante marca da cidade.

O Mercado Municipal de São Paulo, conhecido como Mercadan, é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade.
O Mercado Municipal de São Paulo, conhecido como Mercadan, é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. Uma foto: Andre Lessa/Estadao

mercado

R. da Cantareira, 306 – Centro Histórico

Apesar dos preços, o Mercadão é o símbolo de São Paulo. Você deve visitar sim.

25 de março

Rua 25 de Março – centro da cidade

Que tal uma turnê caótica em 25 de março? Não é a coisa mais tranquila do mundo, mas é muito São Paulo!

Um grafite na esquina da Rua dos Estudantes com a Rua dos Afletos no bairro da Liberdade em São Paulo.
Um grafite na esquina da Rua dos Estudantes com a Rua dos Afletos no bairro da Liberdade em São Paulo. Uma foto: Thiago Queiroz / Estadan

Liberdade

distrito da liberdade

Passear pela zona da Liberdade é uma das atividades preferidas de quem aqui vive ou vem apenas visitar.

Leave a Comment