Brasil é apresentado na feira de turismo de Madri

Divulgação

Stand dedicado à apresentação do Rio de Janeiro em Madrid

O Brasil está bem representado na segunda maior feira de turismo do mundo, em Madri, que é realizada pela 43ª vez, e os profissionais do setor estão interessados ​​principalmente no potencial ambiental e cultural. Ressaltando que a sustentabilidade é uma das vertentes deste ano. Por outro lado, um dos principais entraves para quem quer explorar o Brasil é a logística: o preço da passagem e a falta de voos diretos e a má distribuição da malha aérea nacional.

O evento ganha ainda mais importância graças à divulgação das pesquisas da Organização Mundial do Turismo – também sediada na capital espanhola. O estudo indica que o número de turistas estrangeiros ao redor do mundo dobrou em 2022 e que o setor deve seguir aquecido neste ano. Os dados continuam mostrando que as Américas cresceram 65%.

A nova ministra do Turismo, Daniela Carneiro, destaca que, no terceiro trimestre de 2022, o setor de viagens corporativas faturou R$ 3,3 bilhões no país, alta de 11,6% em relação ao ano anterior. mais do que antes da pandemia. Porém, não são só as empresas que atraem visitantes. O carnaval ainda é um dos principais atrativos do Brasil no exterior.

“Uma pesquisa recente da Embratur mostra que 80 mil viajantes já compraram ingressos para o carnaval deste ano no Brasil. A cidade está pronta para recebê-los”, disse Roberta Werner, Diretora Executiva do Rio CVB/Go to.Rio.

Representantes de 130 países e 600 expositores marcam presença em Madrid. Além da Embratur, os estados do Rio de Janeiro e da Bahia criaram seus próprios espaços exclusivos, assim como as cidades de Fortaleza (Ceará) e Maricá (Rio de Janeiro).

Rio de Janeiro

Durante o evento, o estado do Rio de Janeiro recebeu o prêmio “Excelência 2022” por sua campanha de atrativos turísticos. A cerimônia contou com a presença do secretário de Estado do Turismo, Gustavo Tutuca, do presidente da TurisRio, Sergio Ricardo de Almeida, e do subsecretário de Estado do Rio de Janeiro para Grandes Eventos, Marcelo Monfort.

“Projeto [condecorado] “O rio continua lindo. O E Perto” operou em diversas localidades e aumentou a ocupação hoteleira em nosso estado. Agora temos a missão de dar continuidade a esse trabalho de fomento ao turismo no Rio de Janeiro, desde o turismo interno até o mercado internacional, como estamos fazendo aqui na Fitur”, disse o secretário.

O estande do Rio proporciona uma experiência imersiva com imagens das 92 cidades que compõem o estado, além de um espaço instagramável. Um bar que recria o cenário dos quiosques da orla do Rio de Janeiro. A programação do estande inclui atrações musicais e degustações com pratos e drinks típicos.

Visite o Rio

Além do estande oficial do estado, a Cidade Maravilhosa conta com ampla atuação do Conference Bureau, que aproveita a importância internacional da feira para divulgar sua nova marca “Go to.Rio” no mercado europeu, importante expositor de turistas à capital do Rio de Janeiro.

“A questão é que, em 2023, começaremos a trabalhar na consolidação da marca, demonstrando que o Rio se equipara às cidades mundiais com alto potencial turístico que já adotam um portal com market, serviços completos e informações úteis para os visitantes. Ao mesmo tempo, pretendemos mostrar nosso trabalho, a cidade e nossos colaboradores, e posicionar o Rio Conference como um intermediário para empresas interessadas em investir no Rio de Janeiro, seja para turismo de eventos, lazer e negócios”, enfatizou Roberta Werner.

Bahia

O encanto da terra de Jorge Amado, Glauber Roch e João Gilberto é recriado em uma estante montada no evento de Madri. O estado é dividido em 13 zonas turísticas.

“Temos certeza de que nossa estratégia visa aumentar o número de visitantes e atrair investimentos turísticos estrangeiros para a Bahia. Estamos com a agenda lotada”, revela Maurício Bacelar, chefe da Setur-BA

Apesar das inovações estéticas e de design, quem rouba a cena é a tradicional acarajeira baiana que tira fotos com os convidados, que também não saem do lugar se levarem as icônicas fitas do Senhor ao Bonfim.

“A Bahia é um destino icônico para o mercado. Depois da pandemia, as pessoas estão procurando muitos produtos relacionados à natureza, história e cultura, atrações que conectam o país”, enfatizou a diretora da operadora de turismo By way of Capi, Kellye Neis. .

Fortaleza

Além de garantir presença em feiras internacionais, a cidade de Fortaleza reforça com mostras itinerantes nas cidades espanholas de Salamanca e Sevilha.
“O número de brasileiros indo para o exterior é muito maior do que o de estrangeiros vindo para o Brasil, e estamos trabalhando para mudar isso”, enfatiza o secretário de turismo da cidade, Alexandre Pereira.

Segundo dados do web site Decolar, Fortaleza foi o terceiro destino mais procurado pelos brasileiros em 2022, atrás apenas de Rio de Janeiro e Recife. O serviço de reservas apontou a cidade como o único lugar do Nordeste no TOP 10 do litoral brasileiro no last do ano passado. A Agência Brasileira de Viagens (ABAV) classificou Fortaleza como o terceiro destino mais procurado do país no terceiro trimestre de 2022, com destaque para as férias de julho, quando foi a campeã de buscas.

menino efeminado

Cidade do Rio de Janeiro estreia ‘Maricá, amiga da natureza’ como identidade internacional na Fitur, buscando mais turistas e empreendedores por oportunidades em um município que teve aumento de 60% na oferta de hospedagem nos últimos quatro anos como resultado de uma série de Imposto sobre incentivos e descontos.

“É um belo conceito do que é a nossa Maricá”, explica Hamilton Lacerda, presidente da Codemar, empresa responsável pelo evento.

Este espaço acolhedor tem 46 quilômetros de praias, seis lagoas, canais, ilhas, rios, cachoeiras cercadas por montanhas que garantem o turismo de aventura, com trilhas, escaladas e rampa de asa delta. “A restinga, de grande importância ambiental, circunda um mar propício para a prática de esportes como o surf e a pesca, e separa as ondas agitadas das lagoas calmas por onde passam os remadores”, diz o texto oficial da apresentação.

Na cultura, as linhas marcantes do renomado arquiteto Oscar Niemeyer marcam a casa onde morou o antropólogo e sociólogo Darcy Ribeiro, e centram instalações dedicadas às cantoras Beth Carvalho e Maysa, que viveram onde ainda existem aldeias indígenas, mantendo vivas suas tradições e artes. Para o responsável pela delegação da Fitur no Brasil, Ignacio Bartolome, Maricá é a maior descoberta desta edição da feira espanhola.

“Depois de ver o estande e as maravilhas da cidade, pretendo não só conhecer a cidade, mas até morar em Maricá”, expressando meu desejo.

Leave a Comment