Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

Fuja da agitação da cidade! descobrir Vela, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã, perfeita para uma escapadinha!

A vida nas cidades é muito agitada. São pedidos constantes que tornam comum o cansaço. Por isso, é importante buscar momentos mais tranquilos. As aldeias portuguesas são destinos populares para escapadelas relaxantes.

Nestas aldeias não há trânsito, nem stress, apenas belezas naturais excecionais, paisagens que contam parte da história do nosso país, para além de uma paz e tranquilidade encantadoras.

Gostaria de fugir da agitação da cidade? No Candal encontra a tranquilidade e beleza da Serra da Lousã, um destino de escapadinha perfeito!

Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

localização

A Aldeia do Xisto do Candal está imersa no vasto verde da Serra da Lousã. Portanto, é colocado em um ambiente particularmente impressionante. Por isso, muitos dos que pretendem fugir do stress e agitação das cidades escolhem este destino para passar uns dias mais tranquilos.

O Candal tem ainda a grande vantagem das boas acessibilidades privilegiadas oferecidas pela estrada nacional. Esta vila também é conhecida como um destino fantástico para uma escapadela verdadeiramente relaxante.

Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

Vela

Esta aldeia faz parte da Rede de Aldeias do Xisto e é uma das 27 aldeias do centro de Portugal. A Aldeia do Candal situa-se na bonita Serra da Lousã, numa colina virada a sul.

Esta é uma vila muito fashionable. Candal é muitas vezes referido como a aldeia de montanha mais desenvolvida. Portanto, não é de estranhar que seja uma das aldeias de montanha mais visitadas.

recursos

A aldeia do Candal oferece momentos de tranquilidade que permitem um descanso refrescante. Dada a popularidade da vila, é comum os moradores receberem visitantes de todo o país.

A Ribeira do Candal é um elemento que torna a pequena aldeia ainda mais encantadora. Nesta aldeia não faltam provas de imaginação rural e serrana. Candal tem vários elementos interessantes.

os apartamentos

As casas de xisto são uma atração imperdível. As estruturas mais importantes são estas habitações e os edifícios que albergavam o gado. Os edifícios desta aldeia têm contornos irregulares.

Seu traçado contribui para uma paisagem diferenciada, com construções dispostas lado a lado ou mesmo sobrepostas. O Candal apresenta-se como uma aldeia muito pitoresca.

Aldeia do xisto na Serra da Lousã
Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

o ponto de vantagem

A subida ao mirante é uma experiência especial. A partir desta localização, as vistas sobre o vale são impressionantes. Não só nos dá um encanto profundo como também nos faz sentir pequenos perante a imensa natureza.

Neste native podemos tirar fotos extraordinárias. Mas também pode ser um lugar perfeito para ler, meditar, refletir sobre a vida…

uma atividade

Os amantes das atividades esportivas vão adorar subir a Trevim de mountain bike, já que os 1200 metros de desnível do Alto de Trevim são um bom desafio. Este native tem ainda a vantagem de apresentar uma beleza invulgar.

Acima você pode contemplar um dos cenários mais encantadores do nosso país. É uma “pintura pure” que poderia existir num museu. Existe um percurso de BTT com mais de 20 km.

A pista começa junto ao Parque Carlos Reis e é composta por emocionantes curvas e contracurvas. A subida do percurso é suave e a paisagem é encantadora o que faz sobressair

Presença de vegetação exuberante, além de diversos córregos. As imponentes torres eólicas são outro atrativo que os aventureiros podem encontrar no remaining do percurso.

baloiço do trevim

Os aventureiros podem descansar neste lugar. O balanço do Trevim é uma das atrações mais populares do native. Situado a 1200 metros de altitude, este baloiço evoca emoções tendo como pano de fundo uma deslumbrante paisagem native.

Aldeia do xisto na Serra da Lousã
Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

O legado do Candal que merece destaque

Antiga escola primária

Esta escola foi construída na década de 1920 graças a transferências de dinheiro dos candelenses que decidiram emigrar para os Estados Unidos.

fonte de velas

Este poço fica do lado da EN236. A Fonte do Candal information de 1941. Dentro da fonte existe um poema que a enobrece:

A Fonte do Candal

Tem duas pedras de assento

um é para namorar

Mais um para passar o tempo

alminha

Esta pequena alma é o único edifício religioso que encontrará na aldeia. Não sobrou nenhum. A alma está presente na praça da aldeia. Esta alma foi construída por uma família de Candelenses. Serviu como pagamento por uma promessa feita.

moinhos

Existem cinco lagares hidráulicos no Candal. Estes moinhos foram construídos na margem direita da Ribeira de Candal na década de 1920.

Esses moinhos usavam a força da água para acionar o mecanismo que conseguia moer os grãos de grãos produzidos nas pequenas lameiras da aldeia.

lagar de azeite

No Candal encontra também um lagar de azeite (1919). Também aqui foi construída para aproveitar as águas da Ribeira do Candal. Este lagar de azeite foi recentemente alvo de uma operação de salvamento. No entanto, seu mecanismo permanece funcional.

Aldeia do xisto na Serra da Lousã
Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

máquina de lavar pública

É um elemento que testemunha outros tempos, outras formas de vida.

A Rota das Levadas

Caminhar pelo percurso da levada é outra experiência inesquecível. Este percurso tem início no Castelo da Lousã (se escolher o sentido contrário, o início é na Aldeia do Xisto da Cerdeira).

Nesta estrada de xisto da Lousã, o percurso passa pela Ribeira de S. João e obrigatoriamente pela aldeia do Candal. Neste native, os aventureiros podem descansar e recarregar as baterias. Nesta aldeia existe um poço que foi construído em 1941. Se você provar sua água fresca, poderá saciar sua sede e refrescar sua alma.

O percurso pedestre do percurso da levada mostra a natureza no seu melhor. A caminhada é bem feita e em boa companhia. O caminho é acompanhado por carvalhos, sobreiros e pinheiros bravos.

Você também verá linhas de água nesta rota. Ao longo do percurso da levada existe ainda a possibilidade de avistar alguns animais e ainda veados, corços e javalis.

Mergulho na praia fluvial

A praia fluvial da Ribeira de S. João é um dos muitos tesouros que a Serra da Lousã esconde. Esta praia está localizada em um lugar encantador com uma bela paisagem.

As ermidas de Nossa Senhora da Piedade e o Castelo da Lousã reivindicam protagonismo. A praia fluvial da Ribeira de S. João revela-se o refúgio pure perfeito, um native fantástico para se refrescar.

A loja Aldeias do Xisto

Nesta aldeia pode visitar a Loja do Candal. Esta é uma versão das Lojas das Aldeias do Xisto, espaços que pretendem celebrar o artesanato e a identidade cultural destes locais únicos.

A Loja do Candal é um native que vale a pena visitar porque proporciona uma experiência actual por ser uma loja gerida por artesãos da aldeia. Nesta loja poderá saborear petiscos locais. Existem produtos regionais locais que você pode comprar e levar para casa. A esplanada da loja é um espaço que costuma proporcionar bons momentos.

A loja pode proporcionar bons momentos. Você pode dançar e cantar como as pessoas das montanhas. Existem várias atividades originais que podem ser feitas à custa desta loja única. Por exemplo, há passeios com histórias ou contos de fadas da aldeia.

Esta loja também oferece oficinas de construção de casas de ardósia em miniatura. Na Loja do Xisto do Candal aprende-se também a fazer pão…

Aldeia do xisto na Serra da Lousã
Candal, a mágica aldeia de xisto na Serra da Lousã

celebrações

O Pageant da Primavera acontece em março. Em julho, realiza-se o encontro das tribos serranas (Santo António da Neve). No último sábado de agosto, realiza-se a festa de Nossa Senhora das Preces – festa da aldeia.

Também em agosto decorrem as Noites na Eira. Em setembro, acontece o pageant de música. Em dezembro, o Candal celebra o Natal, quando a vila se transforma e se entrega à magia da época.

Leia também:

Como você conseguiu:

Do norte e do sul

Na A1 deverá sair em Coimbra. Apanhe a N17 (Estrada da Beira) e saia na N342 em direção à Lousã. Ao chegar à Lousã, siga o percurso pela N236 em direção a Castanheira de Pera até chegar ao Candal.

Quer saber onde comer no Candal ou nas redondezas?

Reunimos alguns dos locais onde poderá saborear autênticas especialidades gastronómicas. São restaurantes que trazem à mesa o melhor da gastronomia native.

sabores da aldeia

Endereço: Candal, Lousã, Portugal, 3200-067

Contactos: 239 991 393 [email protected]

Preço médio: 20 euros

Mais informações aqui.

Quer saber onde ficar em Candal ou nas proximidades?

Aqui estão algumas sugestões de qualidade:

casa do cume

Endereço: Candal, Lousã, Lousã, Portugal, 3200-067 Lousã

Contactos: 239 991 393

Este quarto consegue combinar a tradição com o conforto moderno. A Casa Cimeira tem vistas maravilhosas sobre a vila. É um espaço onde você se sente como um casal.

Mais informações aqui.

Leave a Comment