Família ganha R$ 11 milhões com gastronomia e cultura holandesa no Sul e abre loja em SP | ideias de negócios

No primeiro trimestre deste ano, o Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, receberá uma loja de 54 metros quadrados especializada em culinária holandesa. Zaandam. A venda estará no centro das atenções stroopwafel – um típico biscoito de caramelo holandês – com recheio fresco. Investimentos previstos para o ponto 1 milhão de reais brasileiros, e este é apenas o primeiro de uma série de lançamentos planejados pela banda para este ano. Esperava-se que o novo PEGN.

A primeira saída do Grupo Zaandam foi Sidade Zaandamespaço cultural e gastronômico de 2.700 metros quadrados, inaugurado em 2020 em Nova Petrópolis (RS). Todo mês o complexo recebe 30 mil pessoas e vende cerca de 800 strupwafels por dia. A receita da empresa em 2022 chegou a 11,5 milhões de reais.

Este ano, a lógica será diversificar os negócios, manter a marca e a identidade, e levar a mais cidades a culinária e a cultura holandesa. Depois da loja de São Paulo, o restaurante Zaandam será inaugurado em Porto Alegre (previsto para maio) e o novo complexo será inaugurado em Feliz (RS) junto com uma fábrica de marcas próprias na mesma cidade..

  • A família tem uma fábrica de piscinas cobertas e fatura mais de 70 milhões de reais com franquias.
  • Como essa família modernizou uma empresa de 20 anos que hoje fatura R$ 4 milhões

A fábrica precisa aumentar a capacidade de produção e levar o Grupo Zaandam para outra frente: o varejo. Segundo o CEO, Raphael Nevinsky, a previsão é que os wafers da marca cheguem às gôndolas dos supermercados e shoppings em 2023. “Não existe um mês exato, mas vai acontecer.” Ao mesmo tempo, a previsão é que neste ano o faturamento chegue a 30,8 milhões de reais. Até 2026, o grupo planeja chegar a R$ 85,4 milhões.

“Ir para o Aeroporto de São Paulo é uma estratégia de extensão da marca. Sabemos que Guarulhos tem esse poder porque passa muita gente todos os dias, e acreditamos que além de ter visibilidade, vamos conseguir um aumento significativo de receita”, afirma o responsável.

Quem fundou o Grupo Zaandam?

Maria Aurea Delaroza Schroeder, sócia fundadora do Grupo Zaandam — Foto: Divulgação

A Zaandam foi formada pelo casal Heinz Schroeder e Maria Aurea Delaroza Schroeder junto com seus netos Fred Schroeder Kray e Vic Schroeder Kray em Nova Petrópolis (RS) em outubro de 2020.. Hoje, o negócio emprega cinco membros da família, incluindo a filha do casal, Jerusa Schroeder, atual gerente de advertising and marketing do grupo.

A opção de abrir em Nova Petrópolis foi impulsionada pelo potencial que a família through na região. “É uma cidade turística, mas não cresceu tanto quanto Gramado”, diz Jerusa. Cada membro da família veio de uma área diferente, apenas a matriarca Maria Aurea já period pasteleiroe continua operando até hoje.

Jerusa explica que demorou mais de dois anos para preparar o plano de negócios. A previsão period para abrir em abril de 2020, mas a obra teve que ser adiada diversas vezes por conta da pandemia. O espaço foi inaugurado em outubro daquele ano. “Estávamos até procurando um consultor, mas já tínhamos conhecimento administrativo e acabamos aprendendo muito com a experiência.”

Em julho passado, a família, que leva uma vida bastante reservada, decidiu trazer ao mercado o CEO Rafael Nevinsky, com larga experiência em multinacionais. A decisão veio tanto para poder focar mais em suas respectivas áreas quanto para que o executivo se tornasse o principal porta-voz do negócio.

  • 6 histórias de empresas familiares bem-sucedidas
  • Como uma aposta entre irmãos virou uma fábrica de pudim que rende R$ 3 milhões

De onde veio a inspiração?

Stroopwaffels – o carro-chefe de Zaandam – Foto: Divulgação

Originária da Holanda, a família Schroeder visitou o país europeu e se hospedou em Amsterdã. Eles já pensavam em fazer negócios no Brasil com algo relacionado à Holanda, até que tiveram uma epifania na viagem.

Impossibilitados de permanecer na capital do país, em 2016 tiveram que ir para a cidade de Zaandam. O município está localizado em torno de um pequeno rio que atravessa a província no noroeste da Holanda. A família ficou encantada. “O lodge em que ficamos, o Inntel Inns, foi uma inspiração para o nosso negócio”, diz Jerusa. O referido estabelecimento possui arquitetura clássica e diversos elementos da cultura holandesa, como moinhos de vento, esculturas e pinturas que retratam personalidades.

O que é a cidade de Zaandam?

Cidade Zaandam: O espaço conta com restaurante, bar, confeitaria e outras atrações de inspiração holandesa — Crédito: Divulgação

O espaço gigante do Rio Grande do Sul tem como símbolo um enorme moinho de vento. Lá dentro, você pode comer Stroopwafels feitos na hora ou comprar um pacote na mercearia native. Há também restaurante, bar, confeitaria e até trajes típicos holandeses à venda. Além da gastronomia, o espaço promove programas inspirados na Holanda e apoia eventos culturais com informações sobre artistas clássicos e contemporâneos.

E loja holandesa, lançada em dezembro passado no espaço, tem sistema de pague e receba e deve ser o formato adotado pela marca para chegar a outros lugares. Também vende produtos de marca própria, como geleias, conservas, cervejas e destilados.

Leave a Comment