Pedro Gois. ″Se não fosse a imigração, o cenário em Portugal seria muito pior″

O ano de 2021 teve o menor número de nascimentos em Portugal desde que há registos. Num ano ainda fortemente afetado pela pandemia de covid-19, a taxa de natalidade atingiu um mínimo histórico, com menos de 80 mil nascimentos. São estes os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) que preocupam autarcas e governo, porque estão a hipotecar o futuro. Segundo as contas da Pordata, nascem apenas oito crianças por cada mil habitantes, contra 24 na década de 1960. E como você sabe, a tendência é sempre para pior.

Leave a Comment