Retinol. O que esse ingrediente “xpto” está fazendo em todos os cremes antienvelhecimento?

JJá ouviu falar de retinol, mas muitos “pontos de interrogação”? Temos certeza que sim. Mas esse ‘palavrão’, que você costuma encontrar escrito em letras miúdas nos rótulos dos cremes, não está aqui para embelezar. Na verdade, é uma das grandes “armas” dos cosméticos antienvelhecimento.

A farmacêutica Ana Sofia Amaral começa por explicar: “Com a idade, a pele perde vitalidade”. Tudo o que podemos fazer é aceitar que os sinais de envelhecimento são normais e tentar manter a nossa pele no seu melhor com os cuidados adequados para cada fase da vida. E é aqui que entra o retinol para uma ajuda additional, ele tem efeitos muito poderosos e desejados.

“Os primeiros sinais de envelhecimento – como manchas, rugas faciais na testa ou nos cantos dos lábios ou os chamados pés de galinha ao redor dos olhos – aparecem a partir dos 30 anos, e a rotina de beleza deve se adequar ao seu novas necessidades. “, aconselha o diretor de assuntos regulatórios e científicos da L’Oréal Portugal em entrevista ao Estilo de vida ao minuto.

Leia também: Bê-à-bá de ácido hialurônico. O que é, onde está e quais são os benefícios?

© Ana Sofia Amaral

Na década de 1990, o retinol foi prescrito por dermatologistas para tratar a pimples, mas acabou ganhando fama em produtos antienvelhecimento. Afinal, qual é a “mágica” desse ingrediente?

O retinol é uma forma de vitamina A. Existem outras formas e elas são agrupadas em um grupo chamado retinóides. O retinol é o mais próximo da forma que nossas células usam. Na cosmética, podemos também utilizar precursores de retinol, que se transformam em retinol por reações químicas na pele.

O retinol é uma molécula de referência amplamente utilizada por dermatologistas por sua excelente eficácia antirrugas

Você pode nos dar alguns exemplos?

Exemplos desses precursores são retinil palmitato (retinil palmitato é o nome encontrado nas listas de ingredientes do produto), retinil linoleato (retinil linoleato) ou acetato de retinol (retinil acetato).

O que o retinol pode fazer pela nossa pele? Como funciona na prática para a regeneração da pele?

O retinol é uma molécula de referência amplamente utilizada por dermatologistas, principalmente por sua excelente eficácia nas rugas. Entre seus principais benefícios estão o efeito na homogeneidade do tom da pele e a redução de rugas com a melhora da qualidade da pele. Seu tipo de efeito combinado com sua potência o tornam um ingrediente de escolha altamente desejável.

E a partir de que idade pode ser incluído na rotina de cuidados com a pele?

Não há idade mínima para seu uso. Com o aumento da idade, a pele perde sua vitalidade. Os primeiros sinais de envelhecimento – como manchas, linhas de expressão na testa ou nos cantos dos lábios ou os chamados pés de galinha ao redor dos olhos – aparecem a partir dos 30 anos, e a rotina de beleza deve se adaptar às novas necessidades. Embora os protetores solares tenham um papel important na proteção da pele contra os raios UV – e devam ser usados ​​diariamente em todas as idades – a pele precisa de cuidados especiais nessa fase da vida. Devem ser aplicados hidratantes, preferencialmente com propriedades antioxidantes e formulação que contribua para a uniformização do tom da pele para corrigir as imperfeições, cremes com vitamina C e E para melhorar a qualidade da pele e retinol, além deste ingrediente “estrela” que realça a tez. capacidade de restauração, restaurando instantaneamente o brilho e a firmeza.

Leia também: Filtros de fotos. “É difícil distinguir o actual do modificado”

O retinol representa um risco para mulheres grávidas? Basicamente, quem deve evitar esse ingrediente?

As mulheres grávidas ou com hipersensibilidade ao retinol não devem escolher cuidados de pele de rotina com este ingrediente ativo sem primeiro consultar o seu médico.

Devemos estar sempre atentos aos cuidados de uso que as marcas colocam em seus produtos

O uso de retinol requer alguns cuidados. Então, por que só deve ser usado à noite?

O retinol é um ingrediente muito poderoso e eficaz. Por provocar a eliminação das células mortas e a conseqüente redução da espessura da camada queratinizada da epiderme, deve ser usado preferencialmente à noite. Você deve aplicar protetor photo voltaic durante o dia enquanto estiver usando este tipo de tratamento. Porém, ressalto que devemos estar sempre atentos aos cuidados de uso que as marcas colocam em seus produtos, pois ninguém sabe melhor do que as marcas os efeitos do produto. E não se esqueça que existem vários tipos de ingredientes na família dos retinóides que podem exigir diferentes precauções de uso devido ao seu mecanismo de ação específico. Por exemplo, ao usar um produto com palmitato de retinol, este pode ser aplicado durante o dia ou em peles mais sensíveis que o retinol não faz bem.

Aliás, em que tipos de pele o retinol pode ser usado?

O retinol é um ativo que traz muitos benefícios para a pele e é recomendado para peles normais, oleosas e maduras, pois corrige os sinais de envelhecimento.

Onde pode ser aplicado?

Cosméticos com retinol ou seus precursores podem ser aplicados na pele do corpo ou rosto conforme indicado no produto. Depende da sua ação e textura. O retinol pode ser personalizado ou não, por exemplo ao redor dos olhos ou ao redor do pescoço. Não é recomendado o uso em nenhuma área do rosto ou corpo, fato este indicado na embalagem do produto.

Leia também: Afinal, qual é a mágica da vitamina C na pele? nós desvendamos tudo

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa On-line.
Baixe nosso aplicativo gratuito.

Downloads da Apple Store

Leave a Comment