São Joaquim é um dos 10 melhores lugares do Brasil para beber vinho nas férias; Compreendo

São Joaquim, no inside do estado, é famosa em todo o país pela produção de vinhos. No entanto, a pesquisa revelada pela Reserving.com apoiou essa afirmação. Segundo matéria publicada pela empresa nesta terça-feira (17), a cidade é um dos 10 lugares brasileiros mais pesquisados ​​para consumir a bebida nas férias.

O estudo também constatou que, para os viajantes brasileiros, a gastronomia de um destino é um fator muito importante no planejamento de uma viagem, sendo que sete em cada dez (71%) pesquisam a gastronomia de um destino antes de decidir visitá-lo, ou seja, 20 pontos percentuais acima da média mundial .

São Joaquim é um dos 10 melhores destinos de férias vínicas – Foto: Unsplash/Divulgação/ND

Por meio da coleta de dados da plataforma, foram descobertos os destinos nacionais que os brasileiros mais recomendam para beber vinho nas férias. Entre as dez primeiras em termos de preferência dos viajantes, destaca-se a região Sul, seguida da região Sudeste e com uma representante do Nordeste no rating.

48.413 entrevistados de 31 mercados participaram da pesquisa. Os participantes devem ter 18 anos ou mais, ter viajado pelo menos uma vez a negócios ou lazer nos últimos 12 meses e planejar viajar em 2022. Além disso, eles devem ser responsáveis ​​ou envolvidos no processo de tomada de decisões de viagem. A pesquisa foi realizada on-line e ocorreu em janeiro de 2022.

Confira a lista:

Bento Gonçalves (RS)

Segundo o web site da plataforma, a cidade de Bento Golçalves é considerada a capital nacional do vinho. A comuna ocupa o primeiro lugar na lista de preferências dos viajantes brasileiros do Reserving.com quando o assunto é beber um copo durante as férias. No remaining dos anos 60, na cidade que ainda hoje existe e cujo herói é, claro, o vinho, teve lugar a primeira edição da Fenavinho, a Festa Nacional do Vinho.

A cidade começou a ser conhecida por este produto e hoje oferece diversas atividades voltadas para o enoturismo e turismo rural, como visitas às vinícolas do Vale dos Vinhedos, que incluem pequenas e grandes propriedades.

2) Gramado (RS)

Gramado é uma cidade charmosa e aconchegante, com uma deliciosa oferta gastronômica e um native perfect para saborear um bom vinho. Apesar de ser conhecida como destino de inverno, também vale a visita em outras épocas do ano.

Um tipo de restaurante muito famoso por lá é especializado em fondue, prato suíço à base de queijo derretido (ou chocolate de sobremesa), acompanhado de pedaços de pão ou vegetais que acompanha muito bem um copo de bebida.

Há também a Rota do Vinho, que leva o viajante a conhecer os vinhedos da zona rural de Gramado, entender o processo de produção e degustar os rótulos ali produzidos.

3) Campos do Jordão (SP)

Campos do Jordão, outro tradicional destino de inverno, é o primeiro fora da região sul. Boas opções de comida não faltam, e muitos restaurantes oferecem uma boa carta de vinhos para acompanhar a refeição. Além disso, a região da Serra da Mantiqueira tem um roteiro turístico voltado para o vinho: é possível visitar vinícolas, fazer tour por vinhedos e, claro, degustações.

4) São Roque (SP)

Também no estado de São Paulo, São Roque, chamada de Terra do Vinho, é parada obrigatória para quem aprecia a bebida. A cidade tem uma história ligada à produção de vinho, pois o cultivo da uva começou no século XVII, mesmo período de sua fundação.

O enoturismo ganhou força graças a um roteiro específico chamado Roteiro do Vinho, que inclui a Estrada do Vinho, a Estrada dos Venâncios e a Rodovia Quintino de Lima. O passeio é perfect para quem quer degustar vinhos e visitar as vinícolas, bodegas, restaurantes e fazendas da região que oferecem deliciosos produtos artesanais como queijos, pães, conservas e salames.

5) São Paulo (SP)

São Paulo é um destino famoso pela quantidade e variedade de restaurantes espalhados pela metrópole. As cantinas italianas, por exemplo, são saídas clássicas da capital, seja para almoçar ou jantar, e muitas ficam no tradicional bairro do Bixiga, formado por uma grande comunidade de imigrantes italianos.

Com uma boa massa, o vinho é uma excelente opção. Além disso, São Paulo também oferece os chamados wine bares, bares especializados em licores, onde pode desfrutar de petiscos e refeições acompanhadas de uma excelente seleção de vinhos.

6) Caxias do Sul (RS)

Outro representante gaúcho na lista, Caxias do Sul é perfect para um enoturismo e passeio pela natureza, já que existem diversas opções de atrativos naturais como rios, cachoeiras e cânions, além de vinícolas pequenas e familiares que oferecem experiências de vinificação com viticultura , como participar da colheita de frutas e entender o processo de produção de vinhos e sucos.

A cidade sedia a Festa da Uva, uma celebração da cultura italiana que reúne centenas de expositores de diversos segmentos, como vinícolas, e ainda conta com desfile musical.

7) Itaipava (RJ)

O bairro de Itaipava, em Petrópolis, é um native interessante, visto que abriga o medieval Castelo de Itaipava, construído no início do século 20 e hoje um resort e native de eventos, além de restaurantes e uma cervejaria. .

Quem visita este ponto turístico da cidade pode fazer uma refeição na Taberna, que oferece uma carta de vinhos e saborear a bebida num ambiente inusitado. A vila também é repleta de bons restaurantes com adegas e uma seleção de vinhos finos que acompanham bem carnes, massas e fondues, e também há uma vinícola na região que oferece passeios e degustações de vinhedos.

8) Canela (RS)

Vizinha de Gramado, Canela é outro lugar charmoso da Serra Gaúcha, com diversos atrativos naturais como cachoeiras e montanhas. Existem ainda museus temáticos, parques de diversões e, para os amantes do vinho, wine bars onde os visitantes podem provar licores e sumos, fazer um piquenique de espumantes e visitar as vinhas.

A gastronomia também é um ponto forte do native, com churrascarias tradicionais gaúchas, fondues e lojas especializadas em candies.

9) Petrolina (PE)

No inside de Pernambuco está a cidade de Petrolina, no Vale do São Francisco, importante polo produtor de vinhos do país e um dos principais responsáveis ​​pelo desenvolvimento econômico native, além da produção de outras frutas como a manga.

São experiências que combinam passeios de barco com degustação de vinhos e visitas a vinícolas da região, reunindo dois atrativos turísticos em um só.

10) São Joaquim (SC)

São Joaquim é uma das poucas cidades brasileiras onde se vê neve no inverno, tanto que o turismo aumenta nos meses mais frios.

Além de pontos turísticos como a igreja matriz, mirantes e parques, há locais especializados em vinhos que oferecem degustações e vendas de rótulos e vinícolas catarinenses da região, com visitas guiadas pela história e produção do vinho, opções de almoço e piqueniques harmonizados.


Leave a Comment