Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Entre o mar azul da Praia da Barra da Tijuca e a Lagoa de Marapendi, em meio à mata nativa, está o Grand Hyatt da Barra da Tijuca no Rio de Janeiro. No ano passado, fiquei no resort com minha família.

O resort combina o serviço luxuoso de um resort cinco estrelas com a informalidade de um recorrer Praia. Confira este artigo para ver como foi minha hospedagem.

Test-in

O check-in foi rápido e só tive que esperar outro cliente que estava na minha frente. Apesar de não haver um representante de atendimento exclusivo para clientes com standing no programa World of Hyatt, isso não gerou grandes atrasos e após revisar os documentos resolvi deixar as tarifas pagas como estão.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Corridor de Entrada – Crédito: Rossana

O balconista me elogiou por ser um cliente globalista e fiel da rede e pedi que alguém da área de relacionamento do resort (“visitor Relations”) entrasse em contato comigo posteriormente para me mostrar no resort o que de fato aconteceu.

Trimestre

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Vista parcial da suíte – Crédito: Rossana

Fiz duas reservas: nas primeiras noites em que minha esposa e meu filho estariam comigo reservei a suíte de entrada do resort e nas demais reservei o quarto mais básico do resort (cama king dimension), mas conseguimos um Improve e ficamos em a Grand Suite, a suíte do resort com vista para o mar e para a lagoa.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Vista parcial do quarto – Crédito: Rossana

A set tem 70 m² e possui uma varanda privada, um closet separado, uma secretária e uma ampla casa de banho com banheira e chuveiro separados. O ambiente é moderno e descontraído no estilo carioca.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Vista parcial do banheiro – Crédito: Rossana

A varanda e as janelas vão do chão ao teto e nos permitiram apreciar a beleza pure do native e nos sentir em casa. Como presente de boas-vindas foi-nos oferecido um brut rosé com a etiqueta do resort para brindar à bela paisagem que a vista da varanda do resort oferecia.

Presente de Boas Vindas – Crédito: Rossana

café da manhã

O café da manhã é servido no restaurante Tano. A sala acomoda até 300 pessoas e possui ampla varanda climatizada com vista para a Lagoa de Marapendi.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Área de café da manhã – Crédito: Rossana

Além das inúmeras opções de pães, frios, frutas, iogurtes, muesli, sucos naturais e café servidos no buffet, havia também a possibilidade de solicitar diretamente ao garçom algumas opções, como por exemplo B. Ovos – em diversas variedades, tapioca e torrada.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Café da manhã – Crédito: Rossana

Devido ao nosso estatuto Globalista, tivemos também a oportunidade de tomar o pequeno-almoço no Grand Membership Lounge, que tinha todas as opções do restaurante mas period servido de forma mais exclusiva.

Salão do Grande Clube

Aproveitando para falar sobre o clube, os clientes da categoria mais alta do programa World of Hyatt, além daqueles que reservaram quartos acessíveis, podem acessá-lo e oferece benefícios e serviços exclusivos. Tínhamos acesso ao espaço por termos standing globalista.

Vista da lagoa do lounge – Crédito: Rossana

Além do café da manhã, há um coquetel com aperitivos e bebidas alcoólicas e não alcoólicas no closing da tarde das 17h30 às 19h00. O espaço está aberto todo o dia com refrigerantes e café e oferece uma vista privilegiada para o mar e um pôr-do-sol inesquecível sobre a lagoa.

Localização e estrutura do resort

Localizado na Av. Lúcio Costa, 9600 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ. Está localizado em uma área a poucos passos da Praia da Barra, imerso na natureza unique da reserva, com fácil acesso às praias de Grumari e Prainha e a poucos minutos dos principais centros comerciais da Barra da Tijuca.

Capivaras, parte da decoração do resort – Crédito da foto: Rossana

Possui 436 apartamentos, incluindo 43 suítes. Nas áreas comuns, o piso tem design exclusivo com linhas retas e estampas geométricas – uma homenagem ao ícone Roberto Burle Marx.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Children Membership – Crédito: Rossana

Alguns detalhes que caracterizam a decoração do resort, como as capivaras que podem ser encontradas na mata nativa onde o resort está inserido, são homenageados na decoração. Destaque também para o trabalho da artista plástica gaúcha Heloisa Crocco no corridor em frente aos elevadores do térreo.

restaurantes

São três restaurantes exclusivos no Grand Hyatt do Rio de Janeiro, todos projetados pelo arquiteto brasileiro Arthur Casas, que oferecem uma culinária autêntica que valoriza os sabores locais.

Além do Tano, onde é servido o café da manhã, há o restaurante Shiso, que valoriza a autêntica culinária japonesa, e o Cantô Gastrô & Lounge, que oferece o autêntico clima tropical carioca com pratos criativos e caipirinhas.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Restaurante Cantô – Crédito: Rossana

O Shiso Restaurant é especializado em sushi, sashimi e yakitori, além de um incrível bar de saquê. Jantar no Cantô reflete a atmosfera informal e descontraída da Barra. São drinks, versões deliciosas dos clássicos petiscos cariocas, pratos para dividir. Provamos um hambúrguer que estava delicioso:

Hambúrguer do Cantô – Crédito: Rossana

A praia

O resort tem acesso tremendous fácil à Praia da Barra da Tijuca, que conta com uma excelente estrutura de apoio aos hóspedes, com serviço de praia com cadeiras e guarda-sóis.

Meu filho curte praia – Crédito: Rossana

Atividades oferecidas pelo resort

Entre as atividades que o resort oferece aos seus hóspedes estão serviço de piscina, passeio de bicicleta, passeio de balsa pela lagoa, aula de caipirinha, degustação de cachaça, fábrica de chocolate, children membership, aula de ioga, spa e academia.

Bike Service – Crédito: Rossana

valor da reserva

Para ficar neste resort com minha família, junto com as duas reservas (a primeira com minha família e a segunda sem) tive um custo aproximado de R$ 918 por dia.

De referir que as oito noites da minha estadia fazem parte da Mattress Run a partir desta estadia e com o objetivo de atingir 20 noites nos 90 dias para renovar o estatuto máximo do programa (Globalist) até fevereiro de 2024. Esta oportunidade de renovação de estatuto Expedited foi divulgado aqui e só pude participar porque tenho standing máximo no programa AAdvantage da American Airways.

Eu e meu filho na varanda do nosso quarto – Crédito: Rossana

Por isso destacamos que é importante conhecer as parcerias entre as principais redes hoteleiras americanas com programas de fidelidade, como por exemplo o programa World of Hyatt e o programa AAdvantage, com benefícios e vantagens mútuos (como os citados acima e o acúmulo no dois programas em alojamento e despesas de deslocação para quem tem estatuto em ambos os programas).

Vantagens têm estatuto Globalista

Pelo standing máximo no programa, fui isento da taxa de resort de R$ 75,00 por dia; Pude entrar no lounge com meus familiares, além do café da manhã cortesia, e finalmente consegui um improve de quarto cuja diferença da diária period de mais de R$ 500.

A qualidade das comidas e bebidas oferecidas durante o glad hour no lounge do Grand Hyatt no Rio de Janeiro foi excelente, o que tornou o acesso a esse espaço ainda mais atraente devido ao seu standing.

Veja como é se hospedar no Grand Hyatt no Rio de Janeiro

Loja do Resort – Crédito: Rossana

Sem dúvida, o reconhecimento e os benefícios do standing são excelentes e é justamente por isso que aproveitei um feriado prolongado em minha cidade e resolvi reservar as oito noites no resort para renovar o standing de globalista.

Tom Nota

Eu não tinha ficado neste resort antes. Só conhecia o Grand Hyatt em São Paulo, é outra sugestão, mas também um excelente resort.

A experiência geral neste resort foi excelente e gostei do quarto, do conforto da cama e da estrutura em geral incluindo piscinas, bar e restaurantes, além da academia e SPA.

Também achei a localização excelente, bastava atravessar a rua para chegar à praia e a educação e cordialidade do atendimento foi muito boa, destacando a atenção especial dada pelo Victor, um dos responsáveis ​​pelo relacionamento do resort tornou-se convidados.

De qualquer forma, tive uma excelente impressão do resort e não é por acaso que os hotéis Hyatt raramente decepcionam.

E você, caro leitor, já se hospedou no Grand Hyatt Resort na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro? Qual foi a sua impressão? Por favor, compartilhe nos comentários.

Saber mais

Para ler outras avaliações de hotéis publicadas no Pontos pra Voar, clique aqui.


Que tal você se juntar a nós Instagram para não perder nossa vida e continuar nos seguindo em nosso canal telegrama?

O Pontos pra Voar poderá receber comissões por compras realizadas por meio de alguns dos hyperlinks e banners exibidos em nosso web site, sem afetar o preço closing do produto ou serviço que você adquiriu.

Quando publicamos artigos patrocinados, eles são claramente identificados ao longo do texto. Para mais informações veja nosso Política de Privacidade.

Leave a Comment